A CONEXÃO DESODORANTES ANTITRANSPIRANTES E CÂNCER E ALZHEIMER – POR QUE VOCÊ DEVE USAR UM DESODORANTE CASEIRO A PARTIR DE HOJE!

A CONEXÃO DESODORANTES ANTITRANSPIRANTES E CÂNCER E ALZHEIMER – POR QUE VOCÊ DEVE USAR UM DESODORANTE CASEIRO A PARTIR DE HOJE!
Você sabia que o suor em si não tem odor?

Isso mesmo!

O cheiro ruim que sentimos é resultado da presença de bactérias que vivem em nossa pele.

Essas bactérias metabolisam as proteínas e os ácidos gordurosos do nosso suor, causando odor corporal.

É aí que entra o desodorante, neutralizando e matando as bactérias.

Os antitranspirantes já atuam diferente.

Em vez de apenas combater o mau cheiro, eles também evitam a transpiração do corpo, bloqueando os poros com a presença de alumínio.

Assim, sem o suor, as bactérias não podem metabolizar proteínas e ácidos graxos, que é justamente o que causa o mau cheiro.

Em alguns produtos, podemos encontrar a combinação de desodorante com antitranspirante num só frasco.

E, se for o seu caso, saiba que o uso desses produtos é de grande perigo à saúde.

Os antitranspirantes (que também podem ser chamados de antiperspirantes) são considerados drogas porque afetam a fisiologia do corpo.

Apesar de tanto eles quantos os desodorantes serem classificados como seguros pela FDA (a Anvisa dos Estados Unidos) e pela American Cancer Society, não significa que podemos usá-los à vontade.

Como medicamentos prescritos, a FDA supervisiona os produtos para garantir que eles sejam devidamente rotulados e que seus benefícios superem seus riscos.

Muitas vezes, a FDA não considera a evidência de perigo – mesmo pequeno – para a saúde do consumidor a ponto de proibir a venda.

O consumidor tem que entender que as grandes corporações farmacêuticas e de produtos alimentares e de higiene têm muita força.

Enfim, para resumir, o que prevalece é a força do dinheiro.

Alguns estudos já comprovaram a absorção do alumínio pelo corpo em aplicação tópica através dos sais de alumínio (cloridrato de alumínio, cloreto de alumínio ou complexos de alumínio-zircônio) contido nos antitranspirantes.

Todos esses compostos apresentam efeitos tóxicos ao organismo humano em determinadas quantidades e cumulativamente.

O pior é que estamos continuamente expostos ao alumínio devido ao uso em utensílios de cozinha, recipientes, eletrodomésticos e materiais de construção.

O material também está em tintas e fogos de artifício, na produção de vidro, borracha, cerâmica e em tantos outros produtos.

E aí é que mora o perigo: os seres humanos absorvem o alumínio através da pele.

Um estudo de 2001 mostrou que o alumínio ainda estava presente em amostras de sangue 15 dias após uma aplicação de um antitranspirante nas axilas.

Uma vez que o alumínio entra na pele, ele se espalha até chegar ao cérebro.

O alumínio foi reconhecido pela primeira vez como uma neurotoxina humana em 1886, antes de ser usado como antitranspirante.

câncer alumínio

 

Neurotoxina é toda substância que causa danos aos nervos ou tecido nervoso.

Para você ter ideia, pode ser a causa até de Alzheimer.

Uma pesquisa mostrou que era maior a incidência dessa doença em pessoas que tinham contato com alumínio.

Uma coisa é certa: o acúmulo de alumínio no cérebro pode causar distúrbios neurológicos.

Os sintomas de curto prazo da toxicidade do alumínio incluem perda de memória, dificuldade de aprendizagem, perda de coordenação, desorientação, confusão mental, cólica, azia, flatulência e dores de cabeça.

Estudos provaram que o alumínio é absorvido mais pela pele do que oralmente.

É verdade que usar antitranspirante apenas uma vez não é o suficiente para causar problemas de saúde.

No entanto, em quem usa antitranspirantes diariamente, aumenta o risco de problemas.

Estudos também indicam que a chance de desenvolvimento de câncer de mama aumenta quando as mulheres estão expostas a agentes cancerígenos em uma idade jovem.

Assim, as mulheres que usam antitranspirantes ou desodorantes com alumínio são mais propensas a desenvolver câncer de mama.

Nosso corpo normalmente elimina produtos de resíduos através do suor.

Essa ação natural é impedida pelo uso dos antitranspirantes.

Com isso, ocorre acúmulo de produtos de resíduos tóxicos na área das axilas, e isso pode causar danos às células das mamas.

Um mecanismo que podecausar danos ao DNA é através dos sais de alumínio e de zircônio.

Demonstrou-se que o alumínio pode se ligar ao DNA e alterá-lo, resultando em células de mama danificadas.

A maioria dos cânceres de mama ocorre na parte da mama que é a mais próxima da axila, chamada quadrante superior (UOQ), justamente onde aplicamos antitranspirantes e desodorantes.

A proporção de câncer de mama vem aumentando constantemente com o aumento do uso de antitranspirantes e desodorantes químicos.

Atualmente, a maioria dos cânceres de mama ocorre na parte da mama que é mais próxima da axila.

Coincidência?

Além disso, a maioria dos casos de câncer de mama dizem respeito à mama esquerda.

Uma das teorias é que isso é devido à grande maioria das pessoas serem destras e, por isso, terminam aplicaando mais antitranspirantes na axila esquerda.

Os desodorantes naturais podem ser encontrados em lojas para produtos naturais ou até mesmo ser feito em casa, como estes AQUI.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Envie seu comentário